EcogeneticsN Probiotics 60 cápsulas

EcogeneticsN Probiotics 60 cápsulas

29.50 com IVA

Probiotics é um probiótico de máxima força, que apresenta benefícios como:
• Acelerar a proliferação da microflora intestinal saudável
• Promover uma rápida resposta imunitária
• Manter um normal equilíbrio inflamatório

Em stock

Descrição

Probiotics é um probiótico de máxima força, indo para além do limiar do suporte probiótico tradicional.

Uma dose elevada de probióticos pode influenciar a saúde intestinal e a imunidade de uma forma que não é possível com probióticos de doses mais baixas. Os probióticos de alta dose suportam um sistema imunitário saudável e equilibrado. Probiotics proporciona uma rápida resposta, para redefinir o sistema imunológico e manter/equilibrar a normal inflamação. Por cápsula pode encontrar 100 biliões de culturas probióticas activas, oferencendo 14 cepas escolhidas pela sua comprovada capacidade de sobreviver a condições de ambiente severos do trato gastrointestinal e a proporcionar resultados muito superiores. O trato gastrointestinal apresenta 500 diferentes estirpes de bactérias que competem, de forma equilibrada, pelo espaço e nutrientes. O equilíbrio da microflora natural pode ser interrompido por medicamentos (tais como antibióticos, contraceptivos orais, etc.),consumo excessivo de álcool ou má ingestão alimentar.

Este suplemento consegue activar mais de 1.700 genes envolvidos na sinalização imune e inflamatória, sendo caracterizado por apresentar benefícios imunológicos e no trato gastrointestinal incluindo:
– aumento da população de bactérias saudáveis após desequilíbrio da microflora;
– apoio na função intestinal saudável;
– aumento da produção de ácidos gordos de cadeia curta, que fornecem energia às células do revestimento intestinal;
– fortalecimento da barreira imune intestinal promovendo uma mucosa intestinal saudável;
– ajuda na digestão de difícil de compostos como lactose e caseína;
– favorece a desintoxicação de compostos prejudiciais.

Como os probióticos são organismos vivos, existem muitos desafios associados à sua produção e distribuição.
Para um probiótico ser eficaz, deve ser estável durante a sua validade e deve conseguir chegar ao trato intestinal, onde pode fornecer o seu máximo beneficio. Os microorganismos do Probiotics são protegidos, selados e liofilizados longe da humidade, calor, luz e oxigênio. Isso permite que as bactérias permaneçam dormentes até estarem novamente expostos à humidade no organismo. Após a abertura da embalagem a mesma deve ser conservada no frigorífico para que as suas propriedades se mantenham o mais estáveis possível.

O Probiotics pode ser um complemento nutricional para adultos, que ajuda a cobrir as necessidades nutricionais diárias, trazendo benefícios imunológicos e no trato gastrointestinal incluindo: aumento da população de bactérias saudáveis após desequilíbrio da microflora, apoio na função intestinal saudável, aumento da produção de ácidos gordos de cadeia curta – que fornecem energia às células do revestimento intestinal, fortalecimento da barreira imune intestinal promovendo uma mucosa intestinal saudável, ajuda na digestão de difícil de compostos como lactose e caseína, e favorece a desintoxicação de compostos prejudiciais.

– Lactobacillus acidophilus: Cepa de bactérias benéficas que é normalmente encontrado no trato intestinal e na boca, e é comercialmente utilizado em produtos lácteos para a produção de iogurte. L. acidophilus fermenta vários hidratos de carbono para produzir ácido láctico, o que aumenta a absorção e biodisponibilidade de minerais, incluindo cálcio, cobre, magnésio e manganês. A produção de ácido láctico também promove a saúde, criando um ambiente inóspito para micróbios invasores. Tem vindo a ser comprovado que L. acidophilus ajuda a proteger as células intestinais, competindo por adesão, o espaço no intestino contra bactérias nocivas, como E. coli.

No Probiotics esta estirpe foi especificamente escolhida devido à sua forte aderência e atributos de sobrevivência no trato gastrointestinal. Foi demonstrado in vitro que tolera a exposição ao ácido gástrico e sais biliares, e tem a capacidade de suportar antibióticos incluindo Ciproflaxina, Polimixina B e Tetraciclina.

– Lactobacillus plantarum: bactéria benéfica comummente encontrada em alimentos fermentados, incluindo chucrute, picles, salgados, azeitonas, etc. L. plantarum foi encontrada para competir contra cepas de Clostridium difficile e Clostridium perfringens, devido à produção de bacteriocinas (proteínas letais) que inibem o crescimento bacteriano. Estudos demonstraram que L. plantarum ajuda a impulsionar a resposta imune, estimulando a Imunidade mediada por Th1.

– Lactobacillus salivarius: tem demonstrado produzir bacteriocinas que inibem o crescimento de Helicobacter pylori. Pode suportar altas concentrações de ácidos, conseguindo aderir e sobreviver no estômago e fazer ligação às células epiteliais gástricas, enquanto produz grandes quantidades de ácido láctico, inibidor de agente patogénicos.

– Lactobacillus casei: As propriedades imuno-reguladoras do Lactobacillus casei têm sido referenciadas em vários estudos. Esta cepa é utilizada para regular as vias inflamatórias e reduzir o stress oxidativo, pois apresenta um efeito antioxidante. É também utilizada para apoiar a função imunológica, aumentando o factor “natural killer (NK)” da actividade celular e manter uma normal função inflamatória.

Lactobacillus rahmnosus: é estável quando presente na bilis e tem a capacidade de sobreviver a condições altamente ácidas. Ajuda a eliminar e prevenir o crescimento de bactérias prejudiciais e aumenta favoravelmente a imunidade inata e adquirida. Proporciona excelente aderência das células epiteliais do cólon para facilitar a colonização no intestino humano enquanto estimula a produção de anticorpos para combater bactérias perigosas e prejudiciais.

– Lactobacillus bulgaricus: é um parente próximo de L. acidophilus; é uma espécie altamente adaptada e transitória que tem a capacidade de encolher ou se multiplicar dentro da mucosa intestinal. Também ajuda na colonização de outras microbiotas.

– Lactobacillus paracasei: é uma espécie de bactéria gram-positiva, naturalmente encontrada em diversos nichos, incluindo produtos lácteos, carnes, vegetais além de também residir no trato gastrintestinal dos seres humanos e animais. Esta permite melhorar o equilíbrio microbiológico estabilizando enzimas digestivas, activar e regular respostas do sistema imunológico associadas à mucosa intestina e inibir doenças alérgicas, como a rinite, por exemplo.

– Lactobacillus brevis e lactis: são probióticos transitórios e não residentes que produzem lactato, dióxido de carbono, etanol e acetato. L. brevis é resistente a pH mais baixo, sais biliares e enzimas digestivas com excelentes propriedades aderentes.

– Lactobacillus casei: As propriedades imuno-reguladoras do Lactobacillus casei têm sido referenciadas em vários estudos. Esta cepa é utilizada para regular as vias inflamatórias e reduzir o stress oxidativo, pois apresenta um efeito antioxidante. É também utilizada para apoiar a função imunológica, aumentando o factor “natural killer (NK)” da actividade celular e manter uma normal função inflamatória.

– Bifidobacterium bifidum: demonstrou competir de forma eficaz com bactérias nocivas, como E. coli, Staphyolococcus aureus e Camplylobacter jejuni, sugerindo que a produção de ácido láctico e ácido acético de B. bifidum fornece uma acção antagonista contra agentes patogénicos, que visa ajudar a manter o equilíbrio da microflora.

– Bifidobacterium longum: é uma das espécies de Bifidobacterium mais dominantes em humanos. Ajuda a fermentar um amplo espectro de oligossacarídeos em ácido lático, diminuindo assim o pH no trato gastrointestinal. Ao diminuir o pH intestinal, a reprodução de muitas bactérias é inibida.

– Bifidobacterium lactis: Bifidobacterium animalis subsp. lactis é um micro-organismo gram-positivo, resistente à ação dos sucos gástrico, entérico e pancreático. Por sua capacidade de adesão ao epitélio da mucosa intestinal, promove a homeostase da microbiota intestinal de forma a melhorar as respostas imunes do organismo frente a agentes patogénicos. Melhora também a consistência e a frequência das fezes, auxiliando em caso de obstipação/diarreia inclusive em crianças. A intervenção com esta cepa também reduz a obesidade, os níveis lipídicos e marcadores inflamatórios, como citocinas e interleucinas, parâmetros intimamente relacionados à Síndrome Metabólica.

Bifidobacterium breve: é um microorganismo anaeróbico, que fermenta açúcares, produz ácido lático e acético e promove uma melhoria significativa em relação aos sintomas alérgicos. Além disso, esse produto protege o organismo das bactérias patogênicas., inibindo a E. coli. Também está presente na vagina, onde ajuda a inibir a produção excessiva de Candida albicans, também conhecida como a causa principal de infecções fúngicas em mulheres.

– Streptococcus thermophilus: Bactéria transitória não residente e altamente adaptada ao metabolismo da lactose. Inibe a proliferação bacteriana prejudicial e suporta a microflora intestinal normal e funções gastrointestinais. Também pode reduzir a quantidade de nitratos tóxicos no cólon como Bifidobacterium lactis.

Ingredientes
    Por cápsula:
  • Mistura de cepas lácticas – 200 mg;
  • Fornece/Proporciona (100 biliões de organismos viáveis):
  • – Lactobacillus acidophilus;
  • – Lactobacillus brevis;
  • – Lactobacillus bulgaricus;
  • – Lactobacillus casei;
  • – Lactobacillus salivarius;
  • – Lactobacillus paracasei;
  • – Lactobacillus rhamnosus;
  • – Lactobacillus plantarum;
  • – Lactobacillus lactis;
  • – Bifidobacterium animalis lactis;
  • – Bifidobacterium longum;
  • – Bifidobacterium breve;
  • – Bifidobacterium bifidum;
  • – Streptococcus thermophilus;
  • Fructooligosacarídeos/Frutooligosacáridos (de Cichorium Intybus L.) – 100 mg

OUTROS

Os suplementos alimentares não devem ser utilizados como substitutos de um regime alimentar variado e equilibrado, bem como de um modo de vida saudável. Conservar em local seco, fresco e ao abrigo da luz. Manter fora do alcance das crianças. Não tomar em caso de hipersensibilidade a um dos componentes de cada produto. Não deverá exceder a toma diária recomendada. Os suplementos alimentares não são medicamentos. Em caso de dúvida, consulte o seu médico ou técnico de saúde.

Brand

Ecogenetics N

Nutrigenómica

Informação adicional

Peso 0.1 kg

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “EcogeneticsN Probiotics 60 cápsulas”

Também pode gostar…